Buscar
  • Arnaldo Freitas

Manufatura Digital ou Avançada?


A Manufatura Digital tem como objetivo o aumento da eficiência e lucratividade das empresas. Esses objetivos são alcançados por meio de melhorias relacionadas a custos, sempre amparadas em tecnologia. O conceito é tido como um dos pilares da Indústria 4.0, que, por sua vez, está fortemente associada à Internet das Coisas (objetos autônomos e inteligentes) e a comunicação entre máquinas.

O Brasil ainda está atrasado em relação a países como Alemanha, Estados Unidos e China, que são protagonistas na Manufatura Digital, contudo, percebe-se que há uma crescente discussão sobre o assunto, tanto no ambiente acadêmico quanto no industrial.

Com a implantação da Manufatura Digital, a indústria ganha com melhor desempenho da engenharia e velocidade na criação de novos produtos. De acordo com Marcos Barbosa, executivo da SPI Integradora de Sistemas, um exemplo bastante expressivo são as montadoras. Hoje os produtos feitos por elas têm todo o seu planejamento e execução realizados virtualmente por ferramentas de Manufatura Digital. Isso se fez necessário, pois a demanda por novos modelos que era de cinco anos, hoje é de apenas dois.

Ainda segundo o profissional, com a Manufatura Digital a indústria consegue prever e solucionar problemas antes mesmo da fase de protótipo. “Durante a fabricação nas linhas de montagem, essas ferramentas auxiliam muito os testes de operação no que se refere à cadência de produção, interferências mecânicas e ergonomia”, completa Barbosa.

As tecnologias estão evoluindo mais rápido do que conseguimos absorver. A maioria dos industriais sequer conseguem entender realmente o conceito da indústria 4.0 e manufatura digital e já tivemos o avanço dessa manufatura.

Com o advento da Indústria 4.0, houve profundas mudanças na maneira de produzir diferentes itens, tornando a evolução da manufatura digital para a avançada uma realidade. Essa mudança é contínua e, até agora, os principais avanços são os que veremos nos tópicos a seguir.

Manufatura digital

A manufatura digital ajuda a visualizar melhor as etapas de produção de um determinado item, os custos envolvidos e o esforço necessário para escalar essa produção. Trata-se, portanto, de um processo que, com o auxílio da tecnologia, otimiza o tempo gasto e reduz custos.

Manufatura avançada

As discussões sobre manufatura avançada são ainda muito recentes comparadas às tecnologias mais antigas. Para se ter uma ideia, esse tema começou a ganhar corpo em 2010, nos Estados Unidos e na Alemanha.

O processo de produção nesse modelo envolve equipamentos autônomos, que utilizam análise de dados e cloud computing para adequar essa produção às necessidades da empresa em tempo real.

Imagine uma linha de produção de automóveis em que os veículos sejam feitos a partir de modelos virtuais. As máquinas que os fabricam têm autonomia para decidir quantas unidades produzir conforme dados históricos de demanda e encomendas recebidas.

Assim, a manufatura avançada trabalha com a fusão dos mundos real e virtual (digital), de maneira a dar mais previsibilidade e flexibilidade aos processos.

Colocando esse conceito em prática

Colocar esse conceito em prática depende, em primeiro lugar, de uma avaliação de cada organização sobre as possíveis maneiras de realizar a implementação, os recursos necessários (pessoas capacitadas, infraestrutura e software) e o custo-benefício trazido por essa medida. Contar com o auxílio especializado ajuda a definir esses pontos.

A manufatura no Brasil

Em alguns setores da economia, o Brasil é um polo gerador de inovação e já promove discussões com essa perspectiva. Há empresas e universidades, por exemplo, com instalações físicas adaptadas para desenvolver esse tipo de projeto.

Na esfera pública, o governo brasileiro lançou, em março de 2018, um programa que destina mais de R$10 bilhões em incentivos para a Indústria 4.0 no país.

No entanto, grande parte da produção nacional está bastante atrasada. As preocupações ainda estão relacionadas a questões como falta de qualificação da mão de obra humana, baixa produtividade e mau uso dos recursos disponíveis.

De maneira geral, há muito espaço para a tecnologia promover melhorias em todas as fases do processo de manufatura. As grandes promessas são redução de custos, agilidade nos processos e mais inteligência na produção. Isso tudo à medida que a análise de dados vai sendo implementada para uma visão mais integrada desses processos.

#Tecnologiaindustrial #Manufatura #Manufaturadigital #Industria40 #Novaeraindustrial #Produtividade #Aumentodeprodutividade #Produçãointeligente #Internetdascoisas #Manufaturaavançada

0 visualização

Endereço

Rua João Amêndola, Pq. da Figueira - Campinas / SP, Brazil

Contato

+55 (19) 3396-7521

WhatsApp+55 (19) 9 9854-5984

©2020 by Korton Soluções Industriais.